Algumas vezes acontecem alguns contratempos em nossa vida em que a situação acaba fugindo do nosso controle, e esses problemas quase sempre estão relacionados à vida financeira, e isso pode levar a restrição do seu nome devido aos mais diversos motivos.

Ficar com o nome sujo pode trazer diversas repercussões e dificuldades, principalmente na hora de alugar um imóvel, já que há uma grande burocracia em relação aos documentos que devem ser apresentados, além de uma série de exigências que devem ser cumpridas na hora de fechar negócio.

A verdade, porém, é que embora ter o nome sujo possa lhe dar um pouco mais de trabalho na hora de alugar um imóvel, a restrição não irá impedir você de alugá-lo, desde que você se adéqüe a algumas condições pré-determinadas.

Quais as condições para se alugar um imóvel estando com o nome sujo?

Há algumas medidas a serem tomadas que podem fazer com que você consiga alugar um imóvel mesmo que haja restrição em seu nome.

Esse caminho nem sempre é fácil, porém, terá que ser seguido para que o seu problema seja solucionado. Essas condições podem fazer com que você tenha que recorrer ao auxílio de uma pessoa de fora, dispor de uma determinada quantia em dinheiro como garantia, ou até mesmo por algum bem que você possua, como por exemplo, o seu carro, de forma a assegurar ao proprietário que ele não sofrerá nenhum prejuízo ao realizar o fechamento do contrato de aluguel.

Uma das alternativas a serem seguidas é se valer de um fiador, que servirá para garantir que as obrigações impostas pelo contrato sejam devidamente cumpridas.

Para ser um fiador, é necessário que a pessoa tenha um imóvel ou algum outro bem em seu nome, e que este esteja quitado, além de possuir uma renda suficiente para que consiga arcar com o valor do aluguel, sem interferir ou comprometer as suas despesas já existentes.

É muito importante lembrar, que caso o inquilino não consiga arcar com o aluguel, o fiador poderá ser cobrado até judicialmente para que arque com a dívida ocasionada pelo inquilino, por isso é importante que haja extrema responsabilidade na hora de alugar o imóvel nessas condições, para evitar problemas futuros e não acabar prejudicando quem lhe estendeu a mão.

Caso não consiga, ou não queira depender de um fiador, outra forma de conseguir alugar um imóvel, mesmo com seu nome restrito é fazendo um caução em bens móveis e imóveis. Este caução servirá para garantir que o locador não terá prejuízos caso o locatário venha a faltar com o pagamento do aluguel ou caso haja algum dano no imóvel causado pelo inquilino no tempo em que permaneceu ali, caso ele não o tenha reparado.

Isto poderá ser feito através de um cheque ou depósito caução, por exemplo, com o valor correspondente a três aluguéis, que conforme estabelecido em contrato deverá ser devolvido ao locatário após o término do contrato de aluguel, ou ainda, o inquilino pode optar por colocar como garantia bens duráveis como algum imóvel ou carro, por exemplo, desde que estejam em seu nome.

 

Conclusão: Existe outra possibilidade além do caução ou fiador para alugar imóvel com nome sujo?

Há também a possibilidade de utilizar o seguro-fiança, onde o inquilino paga um valor mensal a seguradora, e proprietário do imóvel é colocado como beneficiário, garantindo assim, o pagamento do aluguel ao locador, caso haja atraso.
É de suma importância que todas as condições estipuladas estejam descritas de forma clara no contrato de aluguel, independente da alternativa escolhida para viabilizar a locação do imóvel, de forma a assegurar o cumprimento de todas as cláusulas descritas neste documento por todas as partes.